Vem

Pegue a minha mão e caminhe comigo na Terra do Arco-Íris
O Vento é nosso guia, não se preocupe
Apenas veja, sinta, seja
Como o jasmineiro que derrama suavemente sua fragrância no entardecer
Como o murmúrio misterioso das águas
Ou o chamado poderoso do Sol para o novo dia

Vem, vem…

Abre os olhos, inspira
Já é tempo de calar o medo, de lavar a alma
Desnuda teus pés e sente a força te tocar

Corre comigo na chuva, nós já podemos voar
Vem que aqui do alto a gente pode ver o pôr-do-Sol com os anjos
Vem comigo ser dourado feito a relva do campo

Vem, vem, vem…

Vem que as Três Marias querem fazer uma ciranda
Vamos subir até o mundo das estrelas
Constelar…